domingo, 27 de novembro de 2011

Quem poderá me salvar?




Existem pessoas que procuram namorados ou companhia como se procurasse alguém para resolver todos os seus  problemas pessoais. Alguém que viva 24h pensando em você, dizendo "Eu te Amo" a cada 20min., nunca te deixe ficar triste, faça tudo que você quiser e cada sábado faça algo especial pra que você tenha um motivo pra não ir na balada e caçar enlouquecidamente, ou até mesmo se jogar na UOL.

Todo mundo procura um salvador, um cara com grana, bonito, inteligente que vale a pena de verdade.

Mas ninguém se propõe a salvar ninguém.

Aí quando percebe que vai perder mais que ganhar no relacionamento, cai fora e volta a lamuriar no facebook, twitter, msn, quanto gostaria de conhecer uma cara que fizesse a vida valer a pena.

E a vida vai passando e aparecem os candidatos que sempre falham e as lamúrias continuam.

Mas mesmo assim, não percebemos que nós também devemos fazer a nossa parte.

Ok, não me salvou. Vamos para o próximo.

Jogar a responsabilidade da nossa felicidade no outro é o que no faz infelizes, pois, como, teoricamente, é de conhecimento de todos, a nossa felicidade só depende de nós mesmos.

Bem, esse não é o caminho. Super-heróis só existem na ficção.

O que existem são pessoas reais, que são falhas.

Agora, analisando toda essa questão da busca por um  salvador, você que está lendo esse post é capaz de concluir uma solução para essa questão?

Escreva nos comentários e semana que vem retomaremos essa discussão.

Woooooof!


Outros post que você poderá gostar:
#Em primeira pessoa. #2 - Deserto.
#Tempo do Sexo
#Em primeira pessoa. #1
#Na hora do SIM.
#Bloquear e Excluir é só começar
#Um Urso pra chamar de MEU
#Traição?
#Historinha de Amor – Todo mundo quer uma, mas ninguém sabe escrevê-la.
#Coleção de Decepções
#Paixão de Miojo - Não mata a fome mas ajuda até o dia seguinte.
#Paixão de Miojo
#Quando o Urso Hiberna




10 comentários:

Anônimo disse...

Hum as pessoas tendem a romancear tudo, e ultimamente a onda de egocentrismo é o que mais se encontra, cada um por seu umbigo, a empatia, é uma palavra encontrada somente no dicionário, e olha que muitos nem a consultam mais.
Quando ficar claro que o mais importante não é ter seu próprio super heroi, mas sim ser/ter o combustivel para se tornar/transformar.Aí sim algo ter salvação.

Alastus disse...

Sinceramente, concordo com você que escreveu este post. Sempre escrevo sobre salvadores, homens incríveis, ou como você mesmo disse: Super-heróis. Mas na verdade foram muitas as vezes em me propus a ser o salvador da vida de alguém. Garanto que pra mim nenhum dos dois pensamentos são ideais. Não acredito que nenhum de nós tenha nascido pra ficar sozinho, muito pelo contrário! Acho que iremos estar na melhor de todas as companhias um dia. Ele vai ter defeitos, e não serão poucos. Mas o que separa um pedaço de gibi dos super-heróis da minha infância é só a minha imaginação! Por que um homem de carne e osso não pode, mesmo sem se esforçar, sem me ligar, sem ser imortal ou soltar raios, ser meu super-herói? Mas sou eu quem faz dele meu herói, não ele próprio.
Espero ter enriquecido sua reflexão!!!
Beijos ^^

Anônimo disse...

O que as pessoas não percebem é que um relacionamento não é feito de lados perfeitos. Cada um tem seus defeitos e qualidades, por isso cabe a você ver a beleza nisso, não apenas a beleza exterior. Não adianta você ficar se lamuriando nas diversas redes sociais e tendo um amigo ou amor em potencial que, apesar de não tão belo, é uma pessoa incrivel por dentro e é belo a sua maneira.

Costumo dizer que eu tenho um dom, pois, não importa a pessoa, sempre que eu vejo ela como amigo ela fica tão bonita quanto qualquer outra pessoa. Acho que o maior exemplo disso é o meu namorado: quando nos conhecemos eu não achei ele nada interessante, mas foi só uma noite conversando que ele simplesmente se tornou a pessoa mais bonita do mundo para mim.

~chimerawithin~

Otávio disse...

Adorei o post. Acho que a única soluçao é cada um cuidar da própria vida, deixar de se importar com quanto dinheiro o outro ganhar, querer alguém "melhor" e tentar criar um relacionamento mesmo, uma dupla, um ajudando o outro, um divertindo o outro, um completando o outro.

Zé Henrique disse...

Tb tenho um post no meu blog, onde escancaradamente, assumo agir dessa forma, às vezes, procurando o príncipe encantado em todo canto...

É fato que, com essas onda das redes sociais virtuas, tals, essa gama de ferramentas que facilitam a comunicação virtual, faz com que cada vez as relações fiquem mais descartáveis... Pra que insistir numa coisa que não está perfeita, se posso procurar mais na net?

Mas realmente, como vc disse, somos humanos, e cheios de erros. E talvez a graça de um relacionamento esteja justamente nisso. Nos pertmitirmos gozar da nossa propria imperfeição, e construir algo a partir disso.

Paulo disse...

Li esse texto e senti que devia compartilhar alguns de meus pensamentos. Esse texto serviu, em parte para confirmar algo que eu sempre carregava dentro de mim (jogar a responsabilidade da nossa felicidade no outro é o que no faz infelizes), e em parte para me abrir os olhos em relação a outra coisa (ninguém se propõe a salvar ninguém).

Sabe, é bastante complicado você encontrar alguém, aquele alguém, todo mundo sabe disso. Existe todo aquele protocolo de coisas a serem seguidas desde o primeiro encontro até, sei lá, o primeiro beijo, ou o primeiro sexo. Para depois, você perceber que a pessoa não quer nada sério, ou vocês simplesmente não batem. Ok, aí você fica choramingando alguns dias, esquece (ou não), e precisa sair novamente atras de alguém, seguir o mesmo "protocolo" outra vez e... por aí vai. Uma trajetória que funciona em ciclos, que eu acredite que sirva tanto para homens quanto para mulheres, mas que é extremamente exaustiva.

Eu não estou procurando por alguém perfeito. Talvez eu sonhasse com isso quando eu saí do armário e tinha aquelas fantasias utópicas dessa fase, mas... agora eu só quero alguem humano. Sou uma pessoa que, por natureza, gosta de dar carinho com quem eu estou junto. Eu sou fraco, tenho minhas fraquezas, mas eu gosto de estar lá pelo outro quando ele precise, de mimá-lo, de fazê-lo se sentir especial. Numa das vezes em que agi assim com um cara que estava super afim, ganhei um fora pq ele queria que eu fosse mais "agressivo" com ele. Ou seja, eu não entendo. E não, quando eu digo que tô mimando e tratando bem a pessoa, não tem nada a ver com ser grudento e possessivo.

E nessas aventuras de conhecer pessoas e pessoas, só decepção. No momento, eu nem tenho mais vontade de fazer sexo. Sexo pra mim virou algo chato e que requer concentração demais. Eu tentei ser o salvador de muita gente, e só recebi bolo em troca. Acabei ficando exausto.

Unknown disse...

Ser o salvador de alguém está mais complicado do que parece, as pessoas se tornaram tão vazias que chega a cansar quem estar por perto. Assim como o comentario do Paulo também estou ficando enjoado do sexo por requerer muita concentração, ficou tão fugaz. Como salvar alguém que não quer, ao se tentar se aproximar de alguém logo vem o pensamento daquele "esse cara ta muito pegajoso, está interessado no que eu tenho". Então como construir uma relação?

Unknown disse...

Ser o salvador de alguém está mais complicado do que parece, as pessoas se tornaram tão vazias que chega a cansar quem estar por perto. Assim como o comentario do Paulo também estou ficando enjoado do sexo por requerer muita concentração, ficou tão fugaz. Como salvar alguém que não quer, ao se tentar se aproximar de alguém logo vem o pensamento daquele "esse cara ta muito pegajoso, está interessado no que eu tenho". Então como construir uma relação?

Garoto disse...

Vamos deixar o papel de salvador para o 'Super Men' e vamos ser apenas nós mesmos. Podemos quebrar a cara? Claro! Mas quem nunca quebou que atire a primeira pedra...
Já pensei em encontrar também aquele alguém especial - e encontrei, mas dispensei - e tentei ser especial. Desisti. Hoje as coisas vão andando e eu ando da forma como posso para acompanhar.
E sinceramente, penso que é melhor assim. Conhecer alguém perfeito deve ser tão chato que vamos largar tudo e voltar a procurar o 'perfeito mas cheio de imperfeições'.
E que assim seja.

:)

Anônimo disse...

Eu tento salvar todas as pessoas na minha volta e acabo me machucando muito por que algumas pessoas não querem ser salvas por um qualquer e a maioria não é grata com pouca coisa, mas sempre procurei alguem pra me salvar e vivo triste por que ninguem quer me salvar. Esse negócio de precisar dos outros pra ser feliz é o que está me matando